fbpx

Investimento em cultura é garantia de desenvolvimento para todo o Estado


Investir em Cultura é garantir desenvolvimento e oportunidades aos profissionais e esse trabalho vem sendo amplamente realizado pelo Estado, sem discriminar qualquer um dos municípios.

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, seja através do secretário Ruan Lira ou de sua equipe de trabalho, está realizando, em pouco menos de um ano, ações que reverberam em setores afins.

Cultura é investimento e isso se comprova através de atividades como o Circuito de Qualificação em Dança, que leva qualificação profissional aos municípios do interior do estado, mais especificamente o Centro-Sul e o Noroeste Fluminense.

O programa já atingiu 60 municípios e estará, no mês de outubro, acontecendo na Baixada Litorânea. Se há qualificação profissional, há geração de emprego.

Carnaval Rio
Foto: Emiliano Capozoli

Nesta linha, criar diálogos com as comunidades quilombola e indígena para construir políticas públicas culturais e fomentar a cultura desses povos, cuja herança é nossa, é atitude não antes vista.

Já visitamos aldeias indígenas na região da Costa Verde (Araponga, Paraty Mirim, Rio Pequeno, Iriri (Paraty) & Bracuí (Angra) e na região Leste Fluminense (Mata Verde Bonita & Aldeia Céu Azul, em Maricá).  

Também estamos, em conjunto, estruturando projetos para os quilombos nas regiões Norte-Fluminense, nas Baixadas Litorâneas, Costa Verde e região do Médio Paraíba, algo inédito e impensado em governos anteriores.

Investir com inteligência é a premissa do governo Wilson Witzel. Prova disso é o projeto Cinema nas Cidades, o qual terá, na cidade de Cordeiro, sua primeira inauguração ainda em outubro.

Miracema, São Fidélis e São Pedro da  Aldeia estão em processo adiantado de edital para o projeto, que visa reativar ou construir salas de cinema dando mais opções de entretenimento para a região.

Em Resende, a retomada do Cine Vitória é somente uma das ações entre as quais estamos trabalhando na região do  Vale do Paraíba.

Mapa de Cultura
Foto: Maria Buzanovsky

Falamos em Cultura e Economia Criativa quando o RJ Criativo, através das suas caravanas, chega ao interior do estado com propostas inovadoras de desenvolvimento para a economia local.

São propostas cuja adesão da população mostra a importância do trabalho que vem sendo feito em prol dos 92 municípios.

No governo Witzel, não se privilegia a capital, todos precisam crescer de forma que o interior e a capital se complementem em termos de cultura, turismo, economia e novos negócios.

Nosso papel é o de planejar, executar e integrar os municípios construindo um verdadeiro legado para a população.

Skip to content