fbpx

Economia Criativa

A Economia Criativa foi definida em 2001 por John Howkins, como a relação entre a criatividade e a economia, mais especificamente de determinados setores culturais e criativos da economia, diferentes dos tradicionais. Seu objetivo é a inovação desde seu processo de concepção até como chegam ao seu público-final, sendo sustentável e gerando lucro.

Abordada há 8 anos de forma institucional no Estado do Rio de Janeiro, a Economia Criativa está sendo responsável por ações estratégicas de posicionamento da Cultura como eixo de desenvolvimento socioeconômico do Estado.

A Assessoria do Rio Criativo é responsável pelas ações voltadas ao ecossistema empreendedor criativo das 10 regiões do Estado, visando a articulação entre as cadeias produtivas dos setores criativos, a geração de empreendimentos criativos inovadores, a promoção da sustentabilidade através da cultura e da interlocução de ações integradas entre o poder público, a sociedade civil, as universidades e as entidades privadas.

Skip to content